Image for post
Image for post
Carlos Company | Head de Digital Strategy | everis Américas

Acelerando os negócios do futuro em 2021 — Latam Business RoundTable

Na primeira edição da série Latam Business Roundatble, contamos com a participação do especialista em transformação digital Marc Vidal, e compartilho com vocês as principais conclusões da sessão.

A incerteza move a sociedade

Segundo Marc, depois de tudo o que aconteceu, falar sobre o futuro é falar sobre o digital, que graças à tecnologia fomos capazes de nos adaptar às mudanças. Portanto, temos o desafio de viver esta experiência sem precedentes como uma oportunidade para uma nova melhoria. Agora, sabemos muito mais do que antes, conhecemos novas e melhores ferramentas e o melhor de tudo é que aprendemos. Aprendemos que não apenas na digitalização, a tecnologia nos permitiu administrar essa incerteza. Embora possa parecer estranho, a criatividade cresce na incerteza.

No momento, todos nós estamos lutando de forma efetiva, estamos lutando contra uma doença. Um dia isto terminará, mas o que continua e o que temos que promover e acompanhar dia a dia são os novos modelos e processos de negócios porque o mundo mudou e tanto as empresas como as universidades e escolas também tiveram que se adaptar.

Flexibilidade é a palavra-chave e digitalização é o caminho.

A gestão de equipes é agora muito mais complexa e somente a tecnologia nos permite ser flexíveis. Teletrabalho não é apenas trabalhar remotamente, estar em um lugar que não seja o escritório, requer muito mais do que apenas conectar de outro lugar, requer sistemas mais robustos, dados acessíveis, deve haver um backup na nuvem. Tornar-se digital não é apenas transformar-se digitalmente, mas sim converter-se em uma cultura totalmente nova.

Há toda uma fase de aprendizagem, mas devemos acelerar, em cerca de dois anos aqueles que não identificaram os quatro padrões da transformação digital vão ter problemas.

Os quatro fatores são:

1. Como transformar dados em informações significativas que, por sua vez, são transformadas em conhecimento.

2. Com a disposição de aceitar que com a tecnologia os processos melhoram, quando alcançados na hora certa com a estratégia certa. Não é uma agressão, a tecnologia é uma ajuda. Incorporar tecnologia em nossos processos, ajuda a melhorar os processos humanos.

3. Os modelos de negócios precisam compreender como funciona a tecnologia de compra.

4. As metodologias de trabalho vão mudar, elas deverão contar com mais sinergia e trabalho colaborativo.

Finalmente, é importante enfatizar que a digitalização veio para ficar e é nossa oportunidade de nos unirmos ao desafio de nos reinventarmos e vermos o que está acontecendo como uma oportunidade.

Os líderes terão que liderar

Nosso objetivo inicial era fornecer aos nossos participantes uma sessão sobre como os líderes empresariais deveriam se preparar e preparar as empresas que estão sob sua direção para o futuro, no cenário dos negócios digitais, mas no final, e para minha agradável surpresa, chegamos onde, em minha opinião, deveríamos estar procurando como líderes, como impulsionadores de negócios e gestores de pessoas, que é sobre como reagimos e sobre nossa capacidade não apenas de adaptação, mas também sobre como aproveitar ao máximo a aceleração digital e a transformação digital.

Os líderes terão que liderar, terão que ter uma estratégia, terão que entender que o mundo mudou, a estratégia terá que mudar, assim como as táticas vão mudar. A mudança exige que nos transformemos, seja para ter sucesso ou para aprender. A liderança que vê o erro como um valor agregado é considerada uma boa liderança. A conectividade também é um valor agregado, um líder é capaz de transformar essa rede em algo mais complexo. Um líder deve ser capaz de dar valor.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store