Image for post
Image for post
Alberto Otero | Head of Digital Technology | everis Américas

América Latina adota IA para criar modelos de negócios e novas fontes de valor

Há alguns anos, poucas foram as empresas que já haviam iniciado seus esforços de transformação. Porém, nosso estudo mais recente intitulado “Inteligência Artificial em Empresas da América Latina”, realizado juntamente com a MIT Tech Review em espanhol, nos mostrou que as organizações da América Latina estão começando a compreender as oportunidades que a Inteligência Artificial tem para criar modelos de negócios e novas fontes de valor. Para continuar avançando, é de suma importância entender quais são os desafios atuais, somente então será possível determinar a rota para a região latino-americana.

A maioria das organizações participantes do estudo reconhece o potencial da Inteligência Artificial para transformar seus negócios. No entanto, a adoção ainda está em fase inicial e as empresas ainda concentram o desenvolvimento da tecnologia em projetos de eficiência operacional e atendimento ao cliente, o que é importante, porém pequeno em relação a todas as possibilidades que a tecnologia pode oferecer.

Na fase de análise das respostas, conseguimos identificar os principais obstáculos enfrentados pelo uso da Inteligência Artificial na América Latina e um deles é que ainda existe uma desconexão entre os desafios de negócio e sua resolução por meio do usa de IA, de modo que o potencial desta tecnologia pode ser impulsionado quando for desenvolvida uma visão mais estratégica pelos tomadores de decisão. A maioria das empresas ainda não relaciona a IA com casos de negócio ou retornos financeiros mais claros.

Isto nos leva a outro desafio muito importante: a capacidade de investimento. Nove em cada dez entrevistados acreditam não ter orçamento suficiente para projetos de IA. Além disso, a atual situação macroeconômica na região é um fator que está limitando o orçamento disponível para novas tecnologias.

Além destes dois fatores, ainda há necessidade de fazer grandes esforços para promover e disseminar o uso da Inteligência Artificial entre os gestores das organizações, uma vez que existe uma lacuna significativa de conhecimento a respeito das reais possibilidades de aplicações.

O estudo também expõe um desafio evidente relacionado ao talento. Todas as empresas entrevistadas concordam que a falta de talento é um dos principais desafios ao desenvolver projetos mais ambiciosos de IA. A demanda por competências é muito maior do que a oferta disponível no mercado, algo que ocorre em todas os países e, especialmente, na América Latina.

Portanto, é importante promover a criação de um ecossistema de talentos em torno da organização, o que permite a combinação de uma rede de conhecimento e aprendizagem que incentive a adoção da tecnologia. Neste tipo de ecossistema, a organização trabalha regularmente com parceiros, fornecedores de tecnologia, centros de pesquisa, universidades ou startups para desenvolver projetos em conjunto, e assim promover o conhecimento e desenvolvimento da Inteligência Artificial que ultrapasse as fronteiras da empresa. Desta forma, é criado um efeito de rede que beneficia tanto a organização quanto os usuários deste ecossistema.

A disponibilidade e qualidade dos dados também chamam a atenção da maioria dos entrevistados, pois são considerados os fatores necessários para que a tecnologia funcione efetivamente. É essencial que as organizações tenham estruturas robustas de coleta e governança de dados que garantam a segurança e a privacidade dos dados para que estes sejam coletados, agregados e combinados de forma ética e alinhados com os interesses do negócio e da organização.

Uma particularidade da Inteligência Artificial em comparação com outras tecnologias digitais, e que está começando a fazer parte de todas as discussões sobre a implementação de projetos, é que seu uso apresenta muitos desafios e questões éticas. Isto abre uma nova perspectiva para as empresas que, antes focadas em desafios do negócio, agora se encontram com a tarefa de entender e agir responsavelmente em questões como privacidade, justiça, inclusão, responsabilidade, transparência, discriminação algorítmica e propriedade de dados.

O ambiente regulatório de alguns países está se adaptando a essa nova realidade, com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) do Brasil e a adoção do Regulamento Geral Europeu de Proteção de Dados (RGPD) por muitas das empresas contatadas. Isso indica que a adoção de regulamentações pelas empresas estabelecerá uma estrutura comum de princípios compartilhados que garantem o uso seguro da IA.

Todas estas questões são tratadas detalhadamente no relatório da everis, onde são apresentados resultados muito otimistas em relação à mudança de visão das empresas em relação às possibilidades e ao valor que a Inteligência Artificial pode proporcionar. Uma visão mais ampla obtida por meio das entrevistas nos permite identificar que a maioria das empresas reconhece o potencial da tecnologia e está convencida de que será fundamental para o futuro de sua organização.

Nos próximos anos, o desafio será avançar da prova de conceito, casos de uso limitado e estrutura em silos, para uma difusão da tecnologia em toda a organização. Esta adoção generalizada é o próximo passo para aquelas organizações que querem catalisar o valor da IA como uma tecnologia que pode redefinir processos, maneiras de se relacionar com os usuários e até mesmo modelos de negócios.

À medida que cresce a capacidade das grandes empresas da América Latina no uso da IA, também aumentará o impacto na sociedade. As possibilidades que a IA oferece para escalonar e personalizar soluções representam uma grande oportunidade para levar serviços e produtos a mais pessoas de uma forma mais econômica. Desafios sociais como a inclusão financeira e a melhoria da assistência sanitária para a maioria da população poderão ser enfrentados de novas maneiras, fazendo uso intensivo da IA. Como resultado, é evidente que a tecnologia tem um enorme potencial para impactar positivamente a vida de milhões de pessoas na região latino-americana.

Para mais informações sobre como as grandes companhias latinas utilizam a Inteligência Artificial, acesse: https://www.everisestudos.com.br/pesquisa-ia-2020

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store