Image for post
Image for post
Ronaldo Tavares e Vagna Malafaia | Gerente de IT Services e Arquiteta de Soluções | everis Brasil

APIs: Agregando valor para o seu negócio com a transformação digital!

O processo da transformação digital ou modernização tecnológica nas empresas, tem atingido seus objetivos de solucionar problemas tradicionais, tais como: quedas no desempenho, produtividade, agilidade e eficácia.

É um processo pelo qual as empresas fazem uso da tecnologia para melhorar seu desempenho, aumentar o alcance e garantir melhores resultados. E não estamos falando de um conceito de futuro, mas sim algo que requer o máximo de atenção das empresas hoje, pra continuarem vivas.

Um dos grandes desafios de qualquer modernização tecnológica é a integração de novas aplicações com sistemas legados. Nesses casos as APIs são a solução recorrente, que asseguram a ligação entre as novas soluções e as antigas e garantem a continuidade e evolução dos serviços sem comprometer a atividade da empresa.

Com a transformação digital, houve um grande crescimento de aplicações websites e dispositivos móveis, onde toda empresa que quer oferecer um meio de comunicação rápido, direto, com serviços e opções para seus clientes, tem portais WEB e aplicativos para celular voltados para esses fins.

Com o uso das APIs, que são as interfaces mais usadas na comunicação entre microsserviços e containers, assim como entre sistemas e aplicações.

Para melhor entendimento, começamos conceituando API, ou “Application Programming Interface”, que é um conjunto de rotinas, protocolos e ferramentas que conectam um software a outro, independentemente de suas linguagens e tecnologias. É através da simplicidade de consumo e segurança da informação na utilização dos recursos da API, que essa transformação digital está sendo alavancada.

Com as APIs conseguimos passar da necessidade de negócio ao protótipo rapidamente. E uma grande parte da tecnologia subjacente nem mesmo é criada pela própria empresa e seus parceiros, mas sim pela utilização de APIs de terceiros que, em conjunto, trazem o resultado desejado. Elas existem há décadas e permitem que os diferentes sistemas conversem e interajam entre si de maneira rápida e contínua. No entanto, durante a última década que essa tecnologia ganhou a força que vem crescendo rapidamente.

É importante ressaltar a importância da segurança da informação pra todos os criadores de APIs. A abordagem de segurança da API a ser adotada depende do tipo de dado a ser transmitido, pois nem todos os dados têm a mesma importância e devem ser protegidos da mesma forma. APIs com problemas, desprotegidas ou hakeadas são origens das principais violações de dados.

Primeiro a necessidade de integração, que tem como uma das razões mais importantes o crescimento secular da computação em nuvem. Basta observar os aplicativos para celular que utilizam APIs na integração para enviar e receber os dados, dispor de opções e interagir com o usuário. E já contamos com a consolidação de APIs nos processos, permitindo que informações digitais circulem de forma veloz e, assim, acrescentem novos recursos e valores aos produtos e serviços.

Hoje, temos aplicativos para quase tudo no smartphone, que nos favoreceram com tantas funcionalidades que nem sabemos, por exemplo, quando precisaremos ir até uma agência bancária e se precisaremos. Nós podemos solicitar um meio de transporte, saber exatamente quando irá chegar, acompanhar o trajeto e pagar automaticamente. Podemos comprar coisas, pagar e receber sem sair do conforto de nossa casa. E até agendar uma consulta e realizá-la por chamada de vídeo, obter resultado de exames e encaminhar para o médico pela internet. São muitos benefícios que vieram para facilitar nossa vida e permitir colocarmos o foco onde precisamos.

A pergunta que não quer calar e foi feita até pela Forbes em janeiro de 2020. Primeiro vamos entender o que é API Economy.

A integração entre softwares tem ganho cada vez mais importância, chegando à criação do conceito de API Economy. Isso porque o uso das APIs tende a afetar positivamente a lucratividade de uma empresa.

Acredito que concordamos que, hoje, o fator mais importante dentro de cada negócio é o potencial de mudança que uma empresa consegue desenvolver para atender inovações constantes de produtos, processos, serviços e operações.

Temos bons exemplos de gigantes como a Google e o Twitter, que, para introduzir novos modelos de negócios, abriram o caminho usando API Economy com maneiras inovadoras de fornecer serviços. Essas marcas disponibilizam seus serviços para uso de outros aplicativos por meio de APIs.

Um bom exemplo é a API Google Maps, que permite integrar essa solução a diversos sites e aplicativos para smartphones, enriquecendo a experiência do usuário de maneira simples e objetiva, mesmo que somente para localizar um endereço ou traçar uma rota. Esse é um bom exemplo do quanto uma nova interface pode agregar valor ao seu negócio. Sua empresa pode criar um ecossistema ou agregar novas funcionalidades com criação de APIs com o objetivo de lucrar com sua utilização.

Uma citação importante de Paolo Malinverno, vice-presidente de pesquisa do Gartner, informa que já vivemos em uma economia de APIs. “Os CIOs precisam olhar além das APIs como tecnologia construindo novos modelos de negócios, estratégias digitais e ecossistemas para as suas empresas”, explica.

Houve um aumento exponencial na quantidade de APIs utilizadas pelas corporações que buscam melhorar sua rentabilidade. Essa capacidade que a interface tem de influenciar na lucratividade do negócio que é a principal ideia por trás da API Economy.

O uso de APIs pode se tornar a base da sua estratégia para transformação digital, na conexão de negócios com pessoas.

Seguem algumas dicas pra que isso aconteça:

  • Gerencie seu portfólio de APIs, permitindo que seu negócio determine como as APIs são criadas e consumidas;
  • Faça da sua API uma boa experiência para os consumidores;
  • Atenção ao público-alvo, expondo APIs internas ou desenvolvendo novas que já tenham um consumidor identificado;
  • A monetização não está ligada somente a cobrança direta por chamadas e sim no valor que agrega as oportunidades de negócios habilitadas pelas APIs.
  • Atenção redobrada com as questões de segurança, onde protegê-las em todas as fases do processo, desde a criação ao operacional, é essencial para gerenciar riscos.
  • Utilize plataformas qualificadas de gerenciamento de APIs, liberando recursos que utilizaria na criação de uma própria para manter o foco nos objetivos do negócio.

Muitas empresas estão digitalizando seu negócio com o uso das APIs, que estão contribuindo para termos uma sociedade mais digital. Cada vez mais, o mundo virtual está caminhando junto com o mundo físico, onde todos estão conectados.

Esteja pronto para embarcar e lucrar com esse mundo novo baseado em APIs e faça parte dos 70% que as utilizam para expandir sua proposta de valor.

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store