Image for post
Image for post
Angely Biffi | Linguista | everis

Inteligência Artificial para Escolas: como a Inteligência Artificial está transformando as salas de aula?

O uso da tecnologia não é algo estranho às escolas. Pense, por exemplo na apresentação de projetos, antes dominados pelas cartolinas e hoje feitos com uso dos audiovisuais. As novidades tecnológicas mudam o tempo todo a forma com que boa parte dos negócios e serviços são feitos mundo afora, e a educação não fica fora desse grupo.

A inteligência artificial (IA) é uma das principais tecnologias por trás da transformação em instituições de ensino, pois ela é muito adaptável devido ao machine learning, a capacidade de aprendizado das máquinas.

Os softwares de IA podem ser alimentados com grande volume de dados e isso facilita o seu mecanismo de aprendizagem e faz com que a máquina consiga entender melhor quais são as principais dificuldades de um aluno em uma determinada disciplina e assim, elaborar conteúdo especializado para o seu treinamento.

Alguns softwares, dependendo do que já foi adicionado à sua memória, são até capazes de antecipar os bloqueios que os estudantes podem vir a ter em matérias futuras e dessa forma, já prepararam uma estrutura de ensino baseada no perfil desse aluno e suas dificuldades.

A IA pode auxiliar muito o professor na relação com os alunos, servindo, inclusive para diagnosticar problemas sérios de aprendizagem como a dislexia e o autismo.

Além disso, a inteligência artificial já é capaz de estabelecer uma interface de diálogo, em que os estudantes podem tirar dúvidas fazendo perguntas diretamente para a máquina, sem precisar que tenha um professor na frente da máquina para isso, algo conhecido como blended learning.

Os alunos também podem se beneficiar da inteligência artificial, por exemplo, quando forem estudar para provas, os algoritmos de sumarização de texto podem extrair as ideias principais de um conteúdo extenso para fins de revisão ou análise comparativa do estudante.

A inteligência artificial pode agregar e contribuir muito para a Educação de várias maneiras, como:

• Oferecer aos alunos mentoria em tempo integral por meio de tutores virtuais;

• Dar aos alunos mais autonomia e personalizar a sua própria educação. Por meio das plataformas personalizadas, eles podem avaliar a própria performance e planejar os estudos de acordo com as dificuldades ou facilidades de cada aluno, desenhando uma trilha de aprendizado de curto e longo prazo, a partir de preferências, talentos e necessidades individuais;

• Reunir e cruzar informações sobre o desempenho de cada aluno; auxiliar o professor a formar grupos de alunos com as mesmas dificuldades e, também. até criar mais desafios para aqueles alunos mais avançados, o que é um rico subsídio para o desenho do currículo e de novos métodos de ensino;

  • Levar o aprendizado para fora das fronteiras da sala de aula, ampliando as possibilidades do aluno de aprender ao longo da sua vida por meio de projetos do seu interesse.

Tudo isso evidencia que a inteligência artificial que está transformando para melhor a saúde, a indústria, o setor financeiro, tem muito potencial para melhorar a educação do país e, quem sabe, futuramente, conseguiremos usar a inteligência artificial de forma estratégica e com o objetivo de aumentar o aprendizado dos estudantes.

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store