Image for post
Image for post
Eber Anacleto Silva | Analista de testes em acessibilidade | everis Brasil

Já ouviu falar de acessibilidade digital?

Talvez para muitos o tema acessibilidade serve somente para arquitetura, como uma rampa para usuários de cadeira de rodas, pisos táteis para pessoas com deficiência visual ou ainda informativos em libras (língua Brasileira de Sinais) para as pessoas surdas.

Mas a acessibilidade é muito mais abrangente. Quando falamos de acessibilidade digital, estamos incluindo todos no mundo da internet, seja pela web ou aplicativos. É a internet acessível para as pessoas independente de sua capacidade motora, visual, auditiva, intelectual, cultural ou social através de qualquer dispositivo conectado à internet.

Agora que entendemos o conceito da acessibilidade digital, vamos aprofundar um pouco no dia a dia de uma pessoa com deficiência visual por exemplo: Imagine um aplicativo com botões com cores chamativas que dá um realce no APP, imagens bem elaboradas para fácil entendimento do usuário e mensagens visuais como clique no botão azul ou na imagem adequada para prosseguir.

O usuário deficiente visual que acessará o APP, geralmente fará com um leitor de tela, seja com o TalkBack para Android ou VoiceOver instalados nos IPhones. Mesmo com toda estética do APP, a cor nos botões não diferenciará nada para o leitor de telas, o que será preciso é rotular esse botão com seu nome.

A imagem precisará ter uma descrição básica e as mensagens visuais precisam ter textos como: Clique em próximo para prosseguir, ou clique em “OK” para finalizar. Sendo desenvolvedor ou não, todos podemos observar a falta de acessibilidade em sites, aplicativos ou serviços conectados à internet.

A organização internacional, World Wide Web Consortium (W3C), Consórcio que regulamenta os padrões para web, através da WCAG, propõe regras para acessibilidade digital que facilita o acesso de todos.

Mas, será que há algum órgão, associação, movimento que fiscaliza a acessibilidade digital? Não há fiscalização, mas sim leis como a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146), sancionada em julho de 2015 que torna obrigatória a acessibilidade nos sítios da internet. Se algum usuário ou cliente for prejudicado no acesso ou navegabilidade, poderá entrar com recursos contra a empresa do site ou aplicativo, podendo gerar multa aos mesmos pelo descumprimento da lei.

Com o aumento do acesso à internet pelas pessoas com limitações, criou-se no mercado os analistas de testes em acessibilidade. São profissionais que atuam na análise de aplicativos e sites utilizando leitores de tela, atuando na prevenção de erros que impactam a acessibilidade.

A Everis Brasil vem atuando nesse mercado desde 2015 com grande crescimento em 2018, com um time de acessibilidade que analisa aplicativos e sites com algumas ferramentas de acessibilidade. Na atuação sempre há uma pessoa sem deficiência e uma pessoa com deficiência visual para que haja abrangência na análise para o leitor de tela e cores, layout dos apps e sites.

Quando entendemos a necessidade de incluir todos nos acessos dos sites ou apps com acessibilidade, percebemos que não é um custo a mais, e sim benefício para quem acessa e para a empresa. A acessibilidade digital evidencia a preocupação com todos os clientes, traz crescimento ao valor da marca, facilita a usabilidade de qualquer cliente gerando vantagem competitiva.

A empresa ou marca poderá aumentar a fidelização de usuários e clientes, aparecerá com mais frequência em buscadores como o Google e será compatível com a maioria dos navegadores e dispositivos.

E então, o que achou da acessibilidade digital? Explore, analise seus acessos na web procurando encontrar falhas de acessibilidade e indique as melhorias possíveis aos desenvolvedores.

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store