Image for post
Image for post
Javier Carrara | Director de People | everis Argentina

Revolução do trabalho na era da transformação tecnológica

Ao contrário da crença de que as máquinas substituirão o trabalho que hoje é realizado por pessoas, o Gartner prevê que, no ano de 2020, a inteligência artificial criará mais trabalho do que o substituirá. É inegável que o mercado de trabalho está sofrendo grandes mudanças com os avanços tecnológicos, robôs e inteligência artificial e queestas não são mais somente hipóteses futuras, mas sim realidades concretas. É provável que muitas das mudanças ocasionadas pela evolução da tecnologia no mercado de trabalho não sejam percebidas pela maioria das pessoas; porém, a realidade é que os modelos de automação são cada vez mais solicitados por diferentes indústrias, por oferecerem muitas vantagens em termos de custo, tempo e produtividade.

É certo que as novas tecnologias substituirão e transformarão o trabalho que hoje é realizado por pessoas; questionar isso seria pouco realista e negaria o que temos testemunhado na história. O fato é que, embora os trabalhos mais suscetíveis de serem substituídos pela tecnologia sejam aqueles de tipo repetitivo e de menor complexidade, fáceis de serem automatizados por sua característica rotineira e previsível, as mudanças também serão notadas naqueles de maior grau de complexidade, análise e criatividade. Isso ocorrerá porque a digitalização dos processos influenciará a forma de fazer as coisas como conhecemos atualmente; a inteligência artificial, por sua vez, aumenta a possibilidade de aprender ao mesmo tempo em que é utilizada, de processar grandes quantidades de informações em um período de tempo muito curto e de realizar predições com cada vez mais certeza.

A criação de novas áreas de negócios e ferramentas necessitará também de operadores com novas habilidades. Serão necessários modelos que conectem a tecnologia às pessoas, indispensáveis para testar, administrar e adaptar as melhorias e eficiências tecnológicas às diferentes realidades comerciais. Esse é o momento em que a intervenção da mão de obra humana se fará necessária para complementar tais tecnologias com altas doses de criatividade, empatia e liderança. O complemento entre o humano e o digital será o fator mais importante para gerar resultados concretos e soluções para trabalhos futuros.

Um fator muito importante da tecnologia é sua natureza inclusiva e democrática, que pode ser desenvolvida e operada por qualquer pessoa, sem estabelecer limites de idade, sendo fundamental o espírito colaborativo nesses novos cenários.

As legislações e marcos regulatórios laborais baseados em conceitos como presentismo, horários e locais de trabalho serão obsoletos e deverão ser adaptados para uma nova realidade. Os acordos coletivos precisarão ser renovados e evoluir para outras formas de regulamentação e de proteção do trabalhador, em um ecossistema de trabalho com características mais líquidas e que não reconhecerá fronteiras, sexo ou horários.

É importante que nos preparemos e nos aproximemos dessas tecnologias. Algumas regras do jogo serão mudadas, mas não seus objetivos; e é de grande importância que nós, jogadores, sigamos de perto esses avanços para decidir qual papel queremos exercer no futuro.

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store