Image for post
Image for post
Gerardo Ordás García | Data & Analytics Manager | everis España

Rompendo as Barreiras da Visualização

Nós, que temos anos de experiência no mundo do tratamento de dados, vimos como o salto tecnológico impulsionado pela revolução digital está causando também uma evolução radical na maneira como as pessoas consomem informação.

Image for post
Image for post

Percorremos um longo caminho desde as impressoras matriciais que nos enviavam folhas de relatórios, enquanto nos deliciavam com harmonias sonoras que agora fazem parte da trilha sonora de nossas vidas, juntamente com os bips de nosso longínquo modem de 14,4k. Agora, vivemos em um mundo no qual a exploração da informação se dá de maneiras cada vez mais diversas, incluindo através do monitor dos nossos dispositivos, da interação gestual, do uso da linguagem natural e do advento daquilo que nos assombra desde os antigos filmes de ficção científica: a Realidade Virtual.

.

Image for post
Image for post

Assim, o nosso caminho, anteriormente limitado por duas dimensões, converteu-se em uma encruzilhada na qual as várias opções disponíveis exigem que excedamos os “Quadros de Comando” que povoam os departamentos de grandes empresas. E isso nos obriga a ser mais criativos e inovadores, focando não apenas na análise do que já ocorreu ou na previsão, mas também nas várias formas que podemos oferecer para que a compreensão de toda essa informação seja mais simples, ágil e acessível.

Desafios Tecnológicos

Você se lembra da sua cara de preocupação e semblante sério quando dizia “Esse recurso não existe nessa ferramenta”? Esse tempo já acabou.

Image for post
Image for post

A evolução constante das ferramentas de mercado nos permite expandir suas possibilidades visuais até onde nossa imaginação nos levar. Por exemplo, o surgimento das bibliotecas de JavaScript, como a D3, oferecem um mundo infinito de gráficos adaptados às necessidades do negócio. A ampliação, através de extensões, das funcionalidades das ferramentas de Visualização faz com que sejamos seus arquitetos, participando intrinsecamente do seu desenvolvimento, aproximando-nos do ciclo evolutivo dessas ferramentas.

Da mesma forma, a necessidade de reunir milhões de registros em tempo real e torná-los compreensíveis nos obriga a explorar novas formas para mostrá-los: gráficos, monitoramento de logs, leitura de sensores etc. Estamos em um universo que exige especialização tecnológica, abrindo a fronteira da programação na camada visual, e na qual não podemos mais definir equipamentos de Visualização como meras ferramentas para “colorir”.

O surgimento de novas interfaces como óculos de Realidade Virtual e as Assistentes de Voz, exigem que sejamos capazes de oferecer casos de uso ligados às necessidades do negócio, introduzindo essas capacidades no ciclo de análise e tornando-as um elemento tecnológico produtivo, e não apenas um brinquedo.

Image for post
Image for post

Construindo novos Equipamentos de Visualização

Essa mudança no acesso à informação, além das novas capacidades oferecidas, nos obriga a participar de várias camadas de desenvolvimento, as quais funcionavam anteriormente como elementos isolados ou, no máximo, sequenciais. A Visualização já não é mais o domínio de uma única ferramenta, ela se mistura com a arquitetura para o armazenamento e tratamento de dados, com a analítica que traz o valor de explorar “o que virá a ser”, com a interação e o acesso às mais variadas fontes, desde redes sociais até papéis manuscritos; enfim, com a capacidade de exceder um dado e construir acessos personalizados conforme as necessidades do negócio.

Com isso, nossas equipes agora recebem designers gráficos, cientistas de dados, desenvolvedores Web, linguistas e muito mais, misturando diferentes conhecimentos e talentos que ajudam a adaptar à realidade e torná-la mais acessível, nos qualificando para mostrar e explorar o que tem sido chamado de “o novo petróleo” dos nossos tempos: os dados.

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store