Image for post
Image for post
Fernando Silanes | Líder de UX | everis Chile

A COVID-19 mudou a maneira como vivemos e nos relacionamos, pelo menos temporariamente. Fez-nos parar as nossas máquinas, levantar a cabeça e fazer uma pausa estratégica para superar um dos maiores desafios da história contemporânea. Mesmo com somente alguns dias de isolamento, já podemos observar algumas mudanças no meio ambiente.

Independentemente deste vírus, que nos complica em todos os aspectos, devemos seguir em frente, sair da nossa rotina para nos adaptarmos a outras formas de trabalho. Graças a várias empresas que estabeleceram modelos de trabalho à distância, como por exemplo a Invision, que obteve sucesso com mais de 700 colaboradores distribuídos pelo mundo, podemos concluir que sim, é possível trabalhar remotamente.

Qual é a chave para que essa engrenagem funcione corretamente, com suas peças distribuídas em diferentes lugares?

Neste artigo gostaria de compartilhar algumas atividades, ferramentas e recomendações para criar experiências digitais de forma eficiente em cenários de trabalho à distância.

Recomendações para pesquisa e desenvolvimento de projetos:

· Entrevistas por telefone: Qualquer contato pessoal é um risco que deve ser evitado. Ofereça um cenário mais seguro ao entrevistado, demonstre atenção em relação ao momento e ao valor de seu feedback, especialmente neste momento de crise. Desta forma, você poderá obter insights de forma mais rápida e, se necessário, retornar à ligação. 😉

· Teste de usabilidade remoto: O Maze Design é uma das melhores soluções específicas para testes remotos, não só para testes baseados em tarefas, mas também para testes A/B. Mas não se desespere, existem outros gratuitos, como o Hangouts para vídeochamadas (pedindo ao usuário para compartilhar sua tela), e o Quicktime para gravação.

· Questionários online: As ferramentas que usamos para este tipo de pesquisa são o Microsoft Forms, Typeform e SurveyMonkey, todos os três têm opções avançadas e muito completas, que nos permitem enviar os questionários de forma massiva, incluir fluxos complexos de acordo com as respostas e criar diferentes relatórios para analisar os resultados, entre outros.

· Análise comportamental: Sabemos que a consulta de informações quantitativas sobre o uso de nossos produtos digitais é obrigatória. Nas condições atuais, onde devemos evitar o contato com os usuários, podemos dedicar mais tempo para analisar e compreender esses dados, abordar os especialistas e consultar aplicativos como Adobe Analytics, Google Analytics e Firebase.

· Feedback: Agora, mais do que nunca, é importante que você consiga coletar comentários dos usuários em diferentes canais: web, aplicativos, ou até mesmo por e-mail. Para isso recomendo a Usabilla, onde é possível implementar facilmente componentes de comentários integrados em sua página web, para recuperar as informações quando necessário.

· Fluxos de interação: O Overflow permite a criação de fluxos e diagramas interativos, que podem ser facilmente compartilhados e navegados, não só para usuários com uma conta, mas também para as partes interessadas que não possuem o software.

· Desenho: Figma é a ferramenta que veio para competir com o Sketch. Permite que dois ou mais designers trabalhem no mesmo projeto (e ao mesmo tempo); é possível adicionar comentários, construir protótipos e manter os documentos seguros na nuvem, desta forma você pode evitar outros aplicativos, como por exemplo, o Abstract.

· Workshops online: Para aquelas atividades em grupo onde é necessário co-criar ou exibir um mural colaborativo, você pode usar o Miro ou o Mural. Ambas as ferramentas permitem que você trabalhe em um ambiente com usuários, ao vivo, onde todos possam interagir, criando lembretes e contribuindo para uma reunião em conjunto.

Recomendações para uma melhor comunicação:

· Reuniões diárias e semanais: Procure realizar reuniões diárias com sua equipe, desta forma você estará sempre organizado e mais produtivo. Não se esqueça de manter contato direto com sua equipe, para isso, faça sessões intensivas, exponha as necessidades, problemas ou novidades que possam fazer com que estejamos mais próximos em momentos de maior distanciamento físico. Os melhores aplicativos para isso são Hangouts, Microsoft Teams e Weby.

· Bônus: Para que o trabalho à distância funcione adequadamente, é necessário estar consciente de sua responsabilidade e da flexibilidade que isso requer. Procure deixar a equipe disponível durante as mesmas horas do dia, e se houver usuários com horários diferentes, tente reservar uma janela de tempo em comum. Calendly e Doodle são ferramentas muito úteis para gerenciar calendários, especialmente quando a equipe é distribuída em diferentes latitudes, além disso, os dois aplicativos podem ser facilmente integrados ao seu calendário Microsoft. Esteja disponível, colabore e adapte-se. Insistir em uma boa comunicação é a chave para que, apesar da distância, todos se sintam próximos.

As condições causadas pela COVID-19 sem dúvida nos obrigam a ser criativos e a resolver os problemas de uma maneira diferente. Experimente novas ferramentas e estruturas que facilitam a comunicação e a produtividade à distância.

Seu feedback é bem-vindo, comente e compartilhe suas dicas e ferramentas para trabalhar remotamente, neste período de crise. 💪

Written by

Exponential intelligence for exponential companies

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store